Tom Jobim

Tom, Thereza e Filhos

Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, nasceu no tradicional bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 25 de janeiro de 1927. Quando criança, morou em Ipanema e  em Copacabana, bairros sempre muito citados em sua obra.

Tom Jobim foi influenciado principalmente pela música erudita do compositor francês Claude Debussy.  Apaixonado por música desde cedo e com o ritmo do samba, seu gosto pela música começou cedo. Estudou piano com famosos professores, Hans Joachim Koellreuter foi um deles.

A certa maneira simples e melódica de tocar o piano, Jobim acrescentava sempre um toque de invenção, uma sonoridade inesperada, enquanto sua voz, ligeiramente rouca, salientava os aspectos emocionais das letras.

Tocando com Pixinguinha – Década de 50

No dia 15 de outubro de 1949, Tom Jobim casou-se com Thereza de Otero Hermanny, sua primeira esposa, com quem teve dois filhos, Paulo e Elizabeth.

Nos anos de 1950, Jobim muito jovem tocou em muitos bares e também por boates em Copacabana, até perceberem seu talento e logo em seguida, foi contratado pela gravadora Continental como arranjador. Nessa gravadora começou a compor onde transcrevia para a pauta as melodias de diferentes compositores.

Assim como com Pixinguinha, Tom Jobim passou a ter grandes parcerias, João Gilberto no movimento da Bossa Nova foi um deles, e  não podemos deixar de citar também Vinícius de Moraes, foi com o famoso “poetinha”, juntos eternizaram “Eu sei que vou te amar”, uma das mais belas canções brasileiras.

Com Vinícius de Moraes, compõe juntamente seu maior sucesso que ficou conhecida mundialmente, Garota de Ipanema, composta pela parceria em 1962. Chegou a gravar essa famosa música com nada nada, nada menos que o grande Frank Sinatra.
Tom e sua segunda esposa Ana Lontra com o filho

Tom Jobim é sem dúvida um dos maiores compositores, um letrista de gosto refinado. Defensor da natureza, onde comprova isso em várias de suas canções como: Wave, de 1969 e Águas de Março, de 1972.
Dos anos de 1980 em diante, seus temas são ainda mais valorizados e abordados em suas composições, voltando-se sempre para as questões ambientais do Brasil.

Tom Jobim conheceu em 1976, a fotógrafa Ana Beatriz Lontra e 10 anos depois, se casam no dia 30 de abril de 1986. Foi sua segunda esposa e tiveram dois filhos, João Francisco e Maria Luiza.

Tom realizou seu último show em em Jerusalém no ano de 1994 e infelizmente no final desse mesmo ano, sofreu uma parada respiratória onde veio a falecer no dia 8 de dezembro de 1994, em Nova York.

Antonio Carlos Brasileiro, o nosso querido Tom Jobim, é considerado o maior expoente de todos os tempos da música popular brasileira pela Revista Rolling Stone e também um dos maiores compositores do século 20.

Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, foto em sua casa  no Rio de Janeiro, em 1993, do nosso eterno TOM JOBIM

CARO LEITOR:  Aproveite o espaço abaixo e nos conte o que achou desse post, o seu comentário é muito importante para nós. Agradecemos sua visita.

“Acredito que a Arte está em tudo no que nos rodeia, basta um olhar sensível para apreciar e usufruir das diferentes manifestações artísticas. A Arte é a grande e bela ilustração da vida.”